DEPOIMENTOS DE NOSSOS ALUNOS
Os depoimentos aqui apresentados foram fornecidos por escrito por nossos alunos e estão a disposição no CT.

Ana Vitória Moreira (Psicóloga) - "NOVO"

Minha experiência com a SelfGym foi tanto pessoal quanto profissional.
Comecei minha trajetória com o propósito de realizar um estágio em Psicologia do Esporte enquanto aluna de Psicologia, assessorando e atendendo alunos individualmente. No entanto, para além de conhecer a teoria por trás da prática de exercícios proposta pela instituição, fui convidada a experienciar o treinamento. Na época, não só eu era uma pessoa “sedentária”, mas também era impossibilitada desde os 8 anos de idade de praticar esportes devido à instabilidade patelar nos dois joelhos e havia realizado ambas cirurgias de estabilização há 6 meses e 1 ano. Fazia ainda fisioterapia semanal e sentia dores.
Me surpreendi em todos os sentidos! O treinamento era sob medida para minhas necessidades, respeitando meus limites mas ao mesmo tempo me fazendo enxergar que eu tinha capacidade de realizar exercícios que eu mesma achava que não tinha.
Treinei por 6 meses e minhas dores nos joelhos sumiram. Passei a sentir mais estabilidade e confiança pós-cirurgias e pude ver minhas cargas nos aparelhos gradualmente aumentando conforme minha força também aumentava, evidenciando meu progresso contínuo.
Tal progresso não se limitou somente aos exercícios de perna, mas sim foi expandido para todo o corpo, uma vez que a prática proposta preocupa-se com o indivíduo de maneira inteira e não apenas com suas dificuldades pontuais.
A proposta de treinamento somada ao constante acompanhamento e atenção dos profissionais que ficam sempre ao lado dos alunos nos aparelhos me fizeram aumentar massa magra e me proporcionaram mais confiança, força e estabilidade!

Aline Moss - "NOVO"

Por cerca de 13 anos, passei minha vida sentindo muitas dores nas pernas, mas como sempre utilizei transporte público e boa parte do tempo sentada, acreditava que este era o real motivo.
Acontece que no decorrer dos anos, as dores passaram a aumentar, passei a sentir formigar minhas pernas, diminuir a força nos braços e travar em qualquer movimento um pouco mais brusco.
Resolvi procurar um médico e realizar os exames solicitados, pra minha surpresa, eu não tinha nada na perna, e sim na coluna, passei a fazer fisioterapia e RPG com frequência, fazia também caminhada na esteira do meu condomínio, mas pra minha tristeza, eu comecei a travar e sentir dores com mais frequência, estava sempre no ortopedista tomando injeção e a base de remédio, pomadas em boa parte do corpo.
Fora as noites mal dormidas e o mal humor.
A última vez que fui no ortopedista, ele me disse que eu não poderia mais realizar as caminhadas, teria que fazer pilates.
Fui em busca das academias de pilates, mas os horários não conciliava com a minha rotina.
Pesquisei mais um pouco na internet e localizei a Self Gym, falei com o Zé, e ele me garantiu que valeria a pena conhecer.
De fato, ele estava certo, conversei com o César, que é super atencioso e no primeiro dia de treino com a Rosana eu me senti ótima!
Incrível!!! A partir desta data:
– Não senti mais dor,
– Não tomei mais remédios,
– Não utilizei mais pomadas,
– Não fiz mais fisioterapia e RPG,
– Passei a dormir melhor,
– E de quebra elevei minha auto estima.

E você não vai acreditar!
Consegui tudo isso em dois treinos por semana!
Estou muito feliz com os resultados e este é só o início deles.
Obrigada Self Gym

Patrícia Fernanda de Medeiros

Em Dezembro de 2.016 recebi o diagnóstico de NEOPLASIA RENAL MALIGNA (Câncer do rim), fui submetida à NEFRECTOMIA RENAL TOTAL ESQUERDA ainda no mesmo ano.

Fiquei de repouso, por recomendação médica por 07(Sete) meses, e por indicação médica após a alta, comecei a procurar um lugar para fazer exercícios de musculação. Entrei na SELF GYM e de cara foi apresentada a ideia de qualidade de vida o que me chamou atenção, mas, acreditei ser mais um papo de academia.

Fui surpreendida!

Estou treinando regularmente há 02(dois) meses, e além do cuidado, seriedade e qualificação dos profissionais tenho tido uma melhora significativa no meu bem estar diário.

Para quem procura saúde, bem estar e por consequência beleza estética recomendo a SELF GYM

Maria Carolina Damacena Moreira

32 anos

Descobri em 2015, por acaso, uma lesão nos discos da coluna lombar. Sentia dores tão fortes que às vezes não acreditava no que estava acontecendo comigo e me entristecia. Iniciei um tratamento intensivo: fiz fisioterapia, RPG, acupuntura, pilates, hidroginástica e hidroterapia. As dores melhoravam por um tempo, mas sempre voltavam. Para ajudar, o médico ainda determinou que eu emagrecesse aproximadamente 15 quilos para diminuir a sobrecarga da coluna. 
Eu trabalho sentada e isso agrava ainda mais as dores. Fazer coisas simples passaram a ser um sacrifício… Levantar da cama de manhã era um problema: as mãos e os pés formigavam tanto que eu não os sentia, a sensação era de que queimavam. Levantar a tampa do vaso sanitário também não era uma tarefa fácil nos dias mais críticos…
Passei em consulta com o Dr. Carlos, da Ortho Centro e ele perguntou se eu já tinha pensado em fazer musculação e me indicou a Self Gym. Então pensei: será que ele não ouviu eu dizer que sinto dores fortes? Como vou treinar? Se não aguento pegar peso, vou fazer o que em uma academia? Além disso, lembrei das experiências que tive com academia em que davam o plano de treino na mão do aluno e diziam: “Vá ser feliz”. Eu não sabia os nomes dos aparelhos e nem como eles funcionavam. Eu fazia essa tal musculação e no dia seguinte mal conseguia me vestir. No dia que conversei com o médico, fui à Self e conversei com o Zé. Ele me apresentou o espaço. Peguei o folder e fui pra casa. Olhava aquele papel quase todos os dias. Visitei o site em busca de depoimentos sobre pessoas que sentiam dores e treinavam.
Como não aguentava mais sentir dor, em março de 2018 aceitei a proposta do médico e fiz uma denervação na coluna. Ele disse que os resultados poderiam durar até dois anos, mas que dependeria do paciente… Me desesperei quando, após 4 meses, voltei a sentir dores. Precisava tomar uma atitude. Voltei à academia e no dia da avaliação fiquei surpresa quando o Cesar disse que dali em diante seríamos melhores amigos e tudo o que fosse relevante ele deveria saber. Ele conversou muuuuito comigo e diferente da avaliação física da outra academia, eu não precisei fazer abdominais e flexões em um minuto, para verificar minha condição física! Ao contrário do que aconteceu anteriormente, o Cesar foi bem sincero comigo. Pediu minha dedicação pelo menos duas vezes por semana e controle na alimentação, além do prazo de 8 meses.
Comecei a treinar e fiquei chocada quando percebi que era “humilhada” pelos senhorzinhos da 70, 80 anos, ou ainda pela Dona Cida – que me disse não saber o que é sentir dor… hahahaha
Percebi que a Self é um lugar diferenciado. Passei a me encontrar nos treinos, porque somos desafiados a nos superar constantemente. Os Professores são extremamente atenciosos e técnicos e isso não é característica de um Professor, percebi que TODOS são e é nítido que acreditam no trabalho que fazem, além de serem extremamente dedicados e sensíveis.
Minhas dores tem diminuído consideravelmente e minha qualidade de vida aumentado. Tenho plena consciência de que, em que pese o caminho ser longo, estou fazendo uma atividade que efetivamente oferece resultados. Logo, só me resta agradecer à toda equipe da Self Gym, desejar que sejam abençoados!

Muito obrigada e uma ótima semana a todos!

Erika Cristina Souza Bento

Tudinho verdade, tenho uma deficiência física e o CT Self Gym foi o único lugar que me aceitou. E fui muito bem acessorada enquanto estive lá.
Saudades quero voltar assim que tudo isso passar.
“Aluna publicou em nosso instagram.”

Marcos Roberto Zago

59 anos

Frequento academia a 20 anos. Musculação é o meu esporte favorito e venho da cultura de que, para obter resultados satisfatórios, inclusive para saúde, tinha que ter uma rotina de 06 dias por semana com treinos longos e exaustivos, e com tudo isso, o resultado demorava para acontecer.

Nesses 20 anos sofri várias lesões, muitas dores lombares e nas articulações, sendo a última em janeiro de 2017, quando rompi o tendão no ombro direito, apresentando muita dor, o que me levou a interromper toda minha rotina de treinos. No dia 12 de Janeiro de 2018 fiz a cirurgia de reparação. Após muita fisioterapia, o médico liberou para academia, mas era preocupante pois tinha perdido toda musculatura do braço e ombro direito por ter interrompido os treinos a mais de 12 meses e devido a cirurgia recente.

Fui apresentado ao CT Self Gym e passei por uma avaliação minuciosa e relatei toda a minha rotina anterior de treinos.

Estava muito inseguro, pois o pós-operatório foi traumático, mas na avaliação fui orientado a treinar no protocolo de treino da Self Gym e já percebi que ia contra tudo o que fiz nestes 20 anos.

Montou-se um treino personalizado, curto, e tive a orientação que bastaria treinar 03 vezes por semana. O resultado foi surpreendente já no primeiro mês. Hoje com 08 meses de treinos consegui recuperar toda musculatura, surpreendendo até mesmo o médico que acompanhou o pós-operatório, inclusive tive total melhora na dor lombar e articulações, superando a cada mês, sempre orientado e com supervisão dos excelentes profissionais qualificados da equipe Self Gym, dando todo suporte necessário.

Estou extremamente grato, pois não acreditava que poderia voltar a treinar e principalmente obter resultados de maneira tão rápida, eficaz e surpreendente.

Orlando José Caliente

66 anos

É com muita satisfação e alegria que faço esse depoimento.
Eu tenho vários problemas na minha coluna lombar, hérnias intrassomáticas, espondilolistese grau 1 de L4 sobre L5 (degenerativo), etc. E se não bastasse tudo isso, pinçamento do nervo ciático (perna esquerda). Cerca de 1 ano e 6 meses atrás, tive uma crise aguda que me travou, não conseguindo mais andar, praticar esporte e frequentar academia, coisa que adorava fazer.

No final do ano passado, fui apresentado à SELF Gym, que após uma avaliação do meu estado, sugeriu um tratamento dentro de um prazo de 4 meses para eu voltar com minhas atividades normais. Para quem estava mais de 1 ano parado e sem fazer nada, o que seria mais 4 meses, resolvi tentar. 
Foi a decisão mais acertada que fiz, pois em menos de 3 meses eu já não sentia quase nada de dor. O tempo foi passando e eu assiduamente frequentando o Centro de Treinamento SELF Gym, seguindo à risca todos os treinamentos que fora designado para meu problema.
Hoje sou um novo homem, não tenho mais dores, minha autoestima voltou e já até voltei com minhas atividades normais. O que posso ainda fazer é recomendar o Programa de Treinamento S.E.L.F. . Faça uma entrevista e passe por uma avaliação.

Aguinaldo Gomes Nogueira

49 anos

Como um atleta praticante de Judô, já há muito tempo encontrei aqui uma  forma  de  recuperar  das  lesões  antigas  e  o  principal entrar em forma. De maneira rápida e eficaz.
Recomendo para o público atleta ou não que façam a avaliação e venham ser avaliados e receberem o tratamento correto. 

Sou o Fumaça do Judô Yanaguimori pratico o esporte ha 39 anos.

Felippe Andrez

O conceito da Selfgym de trabalhar com um volume menor de exercícios e com ênfase em carga, pode parecer curioso mas eu com 9 anos de treino e estudante de Ed. Física já fiz diversos tipos de treinos e entre todos a redução do volume de aparelhos e aumento de cargas foi o mais efetivo, e mesmo com uma artrodese na coluna lombar os professores souberam lidar com minha recuperação e me fortalecer com qualidade e sem nenhum tipo de risco. Recomendo a todos.

Helena Cristina Feher

55 anos

“Sou Enfermeira e há alguns anos atrás iniciei um quadro de intensa dor lombar e parestesia de membros inferiores. Procurei ajuda médica e o diagnóstico, após os exames de  Ressonância Magnética e Raio X Panorâmico de toda a coluna cervical + lombar + sacra , foi de Hérnias Discais de C1 – C4 , de L1 – L5 e de L5 – S1 , e como usei o meu quadril para estabilizar a minha coluna também havia a lesão no quadril . Fiquei sem poder andar por cinco dias, não conseguia subir da rua para calçada. Fui à vários Médicos Especialistas que eram categóricos em afirmar que o tratamento era cirúrgico . Procurei ainda um outro Médico que após me examinar minuciosamente , me deu vários trabalhos científicos sobre a melhora através da musculação , sem necessidade de cirurgia – seria uma tentativa . Acreditei. Até hoje escrevendo este relato choro . Acreditei , dei tudo de mim , muitas vezes não muito fácil – pelos quadros de dor e parestesia , mas tive e tenhoum Médico (Dr. Guilherme Laranja) e um professor (Sammy Gonçalves Achur) maravilhosos e excepcionais – verdadeiros anjos protetores, fui apresentada ao “Programa de Treinamento SELF”, e vencemos !!! Hoje após dois anos e três meses de profunda dedicação à Academia + Musculação + mudanças de hábitos de vida e alimentares , sou outra pessoa : aprendi a me amar , estou vinte e cinco quilogramas mais magra , não preciso de medicação pois não tenho mais dores – e quando as tenho as posições para repouso ensinadas pelo meu Médico e os exercícios próprios para aquele momento dados pelo meu professor, revertem todo o quadro. Sou portadora de Asma Brônquica – fazia natação desde os meus dois anos de idade – com a Musculação parei a natação – tive medo – mas com os exercícios respiratórios durante a Musculação até isso melhorou – e não tenho mais crises . 

Em resumo sou uma pessoa que se ama , que não têm restrições de movimentos e nem de fazer tudo o que desejo fazer na vida e sou imensamente feliz !!! A receita: acreditar, perseverar sempre e lutar, lembrando que nem sempre vai ser fácil.

O resultado: Vencer!!! 

Queria ainda agradecer primeiramente à Deus e depois ao meu Professor (Sammy Gonçalves Achur)

Marta Silva

44 anos

Com o passar do tempo os pesos que eram fardos vão ficando para trás e os que  eram   impossíveis  vão fazendo parte do dia. Com o tempo, as calças vão ficando frouxas na cintura e apertadas nas pernas. E as Blusinhas??? Ahhhhh as Blusinhas vão querendo rasgar de tão apertadas. Com o  tempo,  todas  as  dores nas articulações e indisposições se vão, e você vê como ainda tem disposição de sobra. 

Dor?  Só muscular, mas essa dá pra aguentar tranquilamente . Nunca me senti tão bem,  feliz  e  disposta como hoje me sinto. 

Obrigada, a equipe e meu querido  professor (Fabio Luís)! Obrigada, pela paciência, pela insistência e pelo bom humor, os resultados  que  vejo  em  mim  hoje, devo  a  você  e  ao  método  SELF  que  apresenta prescrição de exercícios baseada em ciência. Grata por encontrar Centro de Treinamento SELF GYM,  onde o aluno, com qualquer que seja seu problema é levado a sério, e não simplesmente  tratado como 80 reais a mais no caixa.